Carregando

Não gosto de despedidas.

Mas elas são necessárias.

 
O ciclo preparatório para o lançamento de meu novo livro se encerra e passamos para a nova etapa.
 
Gosto muito de preparar e lançar campanhas.
 
Planejar, lançar, acompanhar, sentir o envolvimento e assim ter a chance de transformar um sonho em realidade.
Minha vida tem sido assim há alguns anos e, em breve retrospectiva, posso afirmar que tenho sido agraciado por realizar muitos sonhos.

Família, fotografia, concursos, livros e revistas.

De vez em quando ainda “sobra” tempo para andar de bicicleta e cozinhar. 🙂

Para um menino do interior que não gosta de matemática, até que tenho feito a vida valer a pena.

Obviamente que nem tudo são flores e nem fotos coloridas de final de tarde como as que posto em meu perfil do Instagram – aliás, aproveita e segue lá.

Cada campanha tem seu tempo, e como digo no capítulo VIII de meu novo livro:

O tempo é senhor de todas as ações.

O tempo dessa campanha acabou.
 
Um dos grandes motivos para colocar esse projeto numa plataforma de financiamento coletivo foi o desejo de baratear o processo e assim tornar o produto acessível para a maior quantidade de pessoas.
 
Quando partimos para publicações independentes evitamos *intermediários (editoras, livrarias, pontos de distribuição) e assim conseguimos o que eu particularmente considero um valor justo.
 
À princípio questionei a ideia de disponibilizar o livro em formato digital por não termos um controle dessa distribuição, mas com a solução de personalizar cada unidade digital com o nome do comprador fiquei mais tranquilo.
 
Lançamos a campanha com várias possibilidades de adesão.
Cada recompensa foi elaborada para tornar a meta inicial atingível rapidamente.
Como já disse, não gosto de matemática, mas baseados na quantidade de solicitações diárias que recebemos de orientações profissionais, dicas sobre equipamentos, carreira, vida, qualidade de vida e até para compra de celulares, desenvolvemos a recompensa de mentoria com valor muito acessível.
Além das recompensas, o fato de incluirmos o valor de frete ao valor do produto também deveria ser um incentivo melhor aproveitado, afinal se existe um serviço caro nessa terra é o dos Correios.
 
De qualquer maneira não chegamos nem perto.
Erro de campanha? Erro de estratégia?
Sinceramente não vejo assim, afinal a campanha foi muito bem elaborada e “modéstia às favas” ficou linda.
 
Talvez um erro de plataforma – meu projeto é apenas um projeto pessoal – sem engajamento cultural ou social, e durante os 56 dias de campanha não recebemos nenhum e-mail da plataforma anunciando o projeto, fato constante em relação a outros projetos que segundo eles “Nós amamos”.
 
Pois bem, pelo visto o meu projeto eles não amaram – o que sinceramente não me importa.
Nesse projeto busquei apresentar meus pensamentos e valores que serviram de base para o que muitos consideram uma carreira de sucesso:

Viver de fotografia, publicar um livro e viajar palestrando.

Tudo bem, confesso que tudo isso foi muito legal, mas sucesso não é somente isso.

Sucesso é poder olhar de manhã no espelho e sentir-se bem com a imagem refletida.

Refletir minha imagem à semelhança dos propósitos que Deus preparou para minha vida, transformando meu entorno e se possível for, transformar a vida das pessoas que passam por meu caminho.

Ao menos esse é o sucesso que considero válido.

Se a campanha atingiu suas metas ou não, sinceramente, isso não é relevante nesse momento.

O livro vai ser publicado da mesma forma.

O que realmente importa é que foi um período muito divertido em que tive a oportunidade de dividir com meus filhos a criação de um super projeto desde o lançamento até sua finalização.
Fui muito divertido gravar, editar, selecionar fotos para peças, escolher as fotos para o livro, ouvir suas opiniões e sentir que eles estavam presentes, comemorando cada cota adquirida.
Assim como é uma grande oportunidade de ensiná-los que todo resultado merece ser comemorado, pois afinal, na vida, nós somos apenas o resultado de nossas ações.
 
Essa semana comemoramos o resultado de algo que construimos juntos e que será perpetuado num livro que chegará em setembro.
 
Dessa forma, estou aqui para me despedir desse ciclo e preparado para os próximos, mesmo que eles não sejam objetos de ações coletivas.
 
Se você chegou até aqui, permita-se enumerar os três primeiros capítulos do livro Lições para Compartilhar:

I – SONHE
II – ACREDITE
III – REALIZE

E aproveite todas as oportunidades que a vida lhe fornecer para estar ao lado de seu maior projeto de sucesso:
 

Sua família.

TYTO NEVES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *