Carregando

Sim, sou pré-candidato a vereador.

Algumas pessoas estão me perguntando se é verdade…

  Sim! Sou pré-candidato a vereador nas próximas eleições, em Nova Odessa, cidade onde nasci. Quem conhece minha família sabe da paixão política que nos cerca. Meu pai foi responsável por trazer alguns partidos para a cidade, num tempo onde a política era movida por ideais. Cresci com esse ensinamento. Quando tinha 15 anos – no auge de minha rebeldia – perguntei ao meu pai o motivo que o levava a se envolver com a política. Lembro-me dele acender seu Continental, soltar a fumaça para o alto, se encostar na pia da cozinha, dar um sorriso largo e responder:

“A política é uma ferramenta para ajudar as pessoas!”

Hoje, na posição de pai, consigo entender seu sorriso, afinal seu primogênito estava crescendo e se transformando num homem. O menino cresceu, foi para as ruas, participou de protestos, manifestações e buscou entendimento para conseguir tecer diálogos políticos com o pai. Minha família sempre esteve junto a inúmeras campanhas vitoriosas, de vereadores, prefeitos, deputados, até o completo afastamento de meu pai por razões de saúde. Recordo o dia em que ele, sentado na área de casa, disse: “Você precisa ser candidato! Construa uma carreira política!” – Não pai! Eu vou para São Paulo, estudar e construir um mundo melhor”.   Mas já havia sido mordido pelo bichinho da política. Estudei, cresci, evolui e me multipliquei para sempre estar envolvido em alguma ação sociopolítica. Fosse através de trabalho voluntariado, envolvimento com a comunidade local, grupos de discussões sociais, ambientais, grupos de empreendedorismo, planejamento urbano, conselho de cultura… Sempre fiz questão de exercer minha cidadania através de ações participativas e busquei aperfeiçoamento através do curso de formação política.   Assim como meu pai, hoje entendo que a vida pode ser transformada através da boa política. O problema social não é a política e sim a politicagem. O uso inadequado da política é o grande culpado por afastar pessoas preparadas, com boa índole, princípios e valores. Estou no mercado de trabalho desde os 12 anos de idade e desde então me empenho em ser o melhor em tudo que realizo e, modéstia a parte, realizei muitas coisas em minha vida.   Assim foi na área de projetos, assim é na fotografia, assim é com minhas ações de empreendedorismo, com meus concursos, com minhas publicações, com minhas revistas, com meus projetos de ações sustentáveis. Certa vez, um amigo que já não pertence a esse plano me disse que o sistema iria me testar e que, no momento certo eu tomaria uma decisão que iria transformar, não somente a minha vida, mas a de muitas pessoas. Quase 20 anos depois, chega o momento em que desejo fazer mais que o trabalho de base, ações estratégicas e planejamento político. Chegou o momento, de defender politicamente a bandeira que carrego desde a conversa com meu pai na cozinha de casa. A bandeira das Ações Sustentáveis e da Sustentabilidade Social. Quero lutar por meus ideais e compartilhar princípios e valores da boa política. A política que meu pai acreditava com paixão e respeito. Mesmo me preparando ao longo dos últimos anos, não é uma decisão fácil de ser tomada.

Uma decisão pessoal, com objetivo comum.

  Esses dias eu perguntei aqui em meu perfil: “Se você pudesse enviar uma mensagem de texto para o SEU celular – porém destinada ao ano de 2006, o que escreveria?” Com um nó na garganta agora eu respondo: – Converse mais sobre política com seu pai. Você vai precisar e ele não estará mais ao seu lado para aconselhar e te proteger. Você precisará de sabedoria e proteção. Busque apoio de sua família, de seus amigos e faça o melhor, afinal se você chegou até aqui, é sinal que você passou pelo sistema, agora é com você! Minha empresa, meus projetos, minha publicações continuam da mesma forma – sem interferência política – afinal desde sempre me desdobro para conseguir dar conta de tantos projetos ao mesmo tempo. O que muda é estar nas ruas como pré-candidato e se você chegou até aqui, faço o convite para acompanhar de perto essa etapa, trazendo à luz a representatividade política.   Sucesso para todos nós, sempre.